Tabela do Brasileirão 2011

Tabela do Brasileirão 2011
Tabela do Brasileirão 2011: clique na bola e veja como está o seu time na tabela

terça-feira, 27 de setembro de 2011

O SISTEMA CIRCULATÓRIO NAS ATIVIDADES FÍSICAS

2º ano médio 2011 – Tema do mês de setembro: O Sistema Circulatório e o Coração nas Atividades Físicas e Esportivas – 1ª Parte

ATENCÃO ALUNOS DO 2º ANO DO LICEU DE VARJOTA, ESTÁ AQUI O ASSUNTO RESUMIDO DAS AULAS DO MES DE SETEMBRO. LEIAM, OBSERVEM TUDO PARA ESTUDAR PARA A AVALIAÇÃO PRÁTICA E TEÓRICA.


AULA: 1 – INTRODUÇÃO AO SISTEMA CIRCULATÓRIO 

Sem sangue não há movimento. Daí a importância do sistema circulatório para o esporte. Este sistema é tão importante que é o primeiro a ser testado pelos médicos quando o atleta inicia uma preparação física. É o sangue que fornece energia aos músculos para o movimento, através da água, dos nutrientes e do oxigênio.
Portanto, veremos nestas aulas, uma introdução deste sistema para o esporte e atividades físicas em geral.  
Y Como todo sistema do corpo humano, ele tem que exercer funções para que não comprometa o movimento para as atividades físicas e esportivas. Principais funções do sistema circulatório para as atividades físicas e para vida além fazer o sangue circular por todo corpo, são:
Y Manutenção da HOMEOSTASE, que é o perfeito funcionamento de todos os sistemas do corpo.
Y Transportar oxigênio, nutrientes e água a todas as células do organismo através do sangue para gerar energia para os músculos se movimentarem;
Y Remove CO2 produzidos pelas atividades físicas, levando até o os pulmões para serem eliminados e trocados nos pulmões.
Y Transportam os hormônios que são responsáveis por regular o funcionamento de todo o corpo;
Y Tem como motor principal, o coração que bombeia o sangue para todas as partes do corpo;
Y Trabalhar em coordenação com os pulmões.
Y Principais componentes do sistema circulatório:
 Coração – vasos sanguíneos – sangue – miocárdio - marca-passo – hemoglobina – bulbo – pulmões;

Questionamentos desta aula:
1.      Explique a frase usando o esporte: “o ritmo do funcionamento do sistema circulatório varia de acordo com as necessidades do organismo”.
2.      Porque então o coração é tão importante para todas as atividades físicas?
R: Os ________ para realizarem todos os movimentos esportivos, necessitam basicamente de ____________, ___________ e ____________. Quem transporta tudo isso até às __________ é o ___________, através das _____________ do coração.
3.      Com relação aos pulmões, qual é a sua função no sistema circulatório?

AULA: 2 – SANGUE: principal líquido gerador dos movimentos musculares;

A frase do tema desta aula mostra a importância do sangue para o movimento. Ele tem diversas funções importantes para o movimento, principalmente exercidas pelos glóbulos vermelhos que transportam a água, o oxigênio e os nutrientes para a geração de energia.
Algumas curiosidades sobre o sangue:
·      A célula do sangue é chamada de glóbulo. E como não tem núcleo, eles morrem em até 120 dias; por isso, podemos doar sangue sem a preocupação que ele faça falta no futuro, pois o sangue é produzido sem parar pela medula óssea; a não ser que nossa medula sofra de uma doença chamada leucemia, que neste caso, a produção de sangue ficaria comprometida.
·      O Sangue é produzido pela medula óssea. A parte líquida do sangue é chamada de plasma, e nele encontramos: 
1.      Glóbulos brancos ou leucócitos que são as defesas do corpo;
2.      Plaquetas que são as responsáveis pela coagulação;
3.      Glóbulos vermelhos ou hemácias que são as mais importantes para as atividades físicas e esportivas, pois são elas que levam o oxigênio, os nutriente e a água à todas as células para a produção de energia;     
·      Quantidade aproximada de sangue em nosso corpo: 5 a 6 litros.
·      Como o sangue é distribuído:
·      3 litros de sangue são utilizados para os órgãos vitais.
·      1 litro é exclusivo para o cérebro e sistema nervoso.
·      2 litros são utilizados para os músculos realizarem os movimentos.
(No caso de uma reação de defesa, (adrenalina), cerca de 4 litros de sangue são desviados para os músculos como forma de escapar de uma situação de perigo – stress).
Questionamentos desta aula:
1.      Porque o sangue é tão importante para o movimento humano?
Resposta: Porque é através dele que são transportados os nutrientes, o oxigênio e a água. No caso do oxigênio eles são transportados pelas hemoglobinas presentes no sangue;
2.      Sem sangue, não haverá movimento. O sangue arterial é o principal combustível dos músculos, porque?
Resposta:
3.      Dos componentes do sangue, qual o mais importante para o esporte?

AULA: 3 – Canais de distribuição do sangue: vasos sanguíneos 

Fazendo comparações, com a água que chega até as nossa casas, o sangue no sistema circulatório passa pelo mesmo processo. É o seguinte: para a água chegar a casa da gente é preciso que haja canos. Portanto, para o sangue circular dentro do corpo, é preciso de canais altamente complexos que chamamos de vasos sanguíneos: são eles:
  VEIAS: somente elas levam sangue ao coração. Possuem válvulas para garantir o fluxo em um só sentido. São mais espessas resistentes às pressões. A principal delas é veia cava que leva sangue até o coração.
  ARTÉRIAS: somente elas retiram sangue do coração para ser oxigenado nos pulmões; depois, levam sangue para todas as células do corpo. São mais finas que as veias e sofrem mais com as pressões altas. Somente elas transportam oxigênio. A maior e principal artéria é a aorta.
  CAPILARES: são artérias finíssimas que levam sangue oxigenado para as mitocôndrias das células.   Conseguem levar sangue oxigenado até às mitocôndrias das células. São muito frágeis e se rompem com facilidade causando inchaços em torções de tornozelos e sangramento de nariz.    

DINÂMICA: sobre a comparação de uma grande cidade com a circulação sanguínea. Vamos comparar algumas coisas da cidade grande com os componentes da circulação do sangue;

Capilares
Ruas pequenas

Plaquetas
Encanadores
Artérias
Ruas

Obstrução do Sangue
Engarrafamento
Veias
Avenidas

Acidentes
Parada cardíaca, infartos.
Rins
Lixeiro

Glóbulos Brancos
Policia
Coração
Centro

Vírus e bactérias
Bandidos
Sangue
Carros, motos, pedestres.










AULA: 4 – CORAÇÃO: bomba propulsora do movimento humano

Por ser, efetivamente, uma bomba propulsora, ele responde pela função vital de oxigenar e nutrir todas as células vivas do corpo. Sua capacidade de responder rapidamente às diferentes situações de maior exigência energética é verdadeiramente notável.
O coração está ligado funcionalmente ao sistema nervoso central, e, portanto ao cérebro, através de nervos que regulam o aumento ou diminuição de seu ritmo de funcionamento em resposta aos comandos centrais, relacionados às situações de emoção e “stress”, como também devido aos ajustes durante o exercício físico.
Quando um indivíduo se exercita, o cérebro comanda a contração dos músculos e, simultaneamente, aumenta o ritmo do coração, para fornecer mais sangue e oxigênio para municiar os músculos. Apesar de estar sob a influência do cérebro, o coração possui um incrível mecanismo de auto-suficiência em termos de seu funcionamento contráctil, de tal forma que um coração isolado, ou seja, fora do corpo, continua “batendo” se mantidas as condições de nutrição de suas células.
Em experiências com coração isolado de pequenos animais, os cientistas descobriram um fenômeno ainda mais admirável. Quando as células do coração eram separadas uma da outra, cada célula isoladamente continuava “batendo”! Entretanto, pouco a pouco passavam a se agrupar novamente, e como que por um milagre da vida, sincronizavam seu ritmo constituindo novamente uma unidade funcional.
É esta admirável capacidade de auto-suficiência que permite que o transplante de coração capacite o receptor a levar uma vida normal. O coração transplantado deixa de ter os nervos que o ligam ao sistema nervoso, pois os mesmos são seccionados na cirurgia e não se reconstituem. O coração do transplantado deixa de ter o controle direto do cérebro. Mesmo assim, continua a funcionar normalmente, adaptando-se de forma praticamente perfeita às diferentes exigências do organismo, mesmo nos exercícios intensos. Quem duvida deve se lembrar do portador de transplante cardíaco que correu até o final os 42 km da Maratona de Nova York.

J Circulação: são dois tipos:
·      Pequena Circulação ou circulação pulmonar: é a circulação entre o coração e os pulmões; (explicar com figura).
Grande Circulação ou circulação sistêmica: é a circulação entre coração, pulmões e células a todos os sistemas do corpo; (explicar com figura).

Espero que tenham gostado e tirado proveito destas aulas e informações.
Marcos Hanry - Professor de Educação Física

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário